O Fair Play em Competições Esportivas: Intervenção Realizada no Programa Ensino Esporte e Juventude

Por: Gisele Viola, , R. R. Paes e .

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Objetivos:
Observar uma competição esportiva em um Projeto Social, o Programa Ensino Esporte e Juventude, na cidade de Taubaté / SP, envolvendo 260 alunos de 11 a 15 anos a fim de verificar o comportamento deles frente ao regulamento da competição e os valores do fair play.

Métodos e resultados:
O método utilizado foi da observação in locu. Para a classificação final dos times foi utilizado dois critérios, um do resultado final do jogo e o outro de acordo com o comportamento de alunos, professores e torcida. Ao final de cada rodada da modalidade, os pontos do resultado final eram somados aos pontos do fair play os quais eram atribuídos por professores e dividido por dois, obtendo, assim, a classificação final de cada time. Foram realizados 40 jogos onde, em apenas 1 houve uma atitude de desrespeito ocorrendo para a equipe a perda de 1 ponto de fair play. Cinco jogos tiveram destaque de comportamento de alguns alunos que pediram desculpas, ajudaram seus adversários em situações de choque corporal e, até mesmo, pediram para o árbitro interromper o jogo por ter machucado um jogador da equipe adversária. Nos demais jogos, o comportamento foi de respeito mútuo, predominando o jogo limpo.

Conclusões:
Um modelo de competição para adolescentes, tendo o fair play como um dos critérios de pontuação tende a contribuir para a melhora do comportamento dos participantes, evidenciando não apenas o resultado final de cada jogo, mas valores e modos do comportamento essenciais nas competições esportivas e no dia a dia do aluno.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.