O Floreio na Capoeira

Por: Lívia de Paula Machado Pasqua.

169 páginas. 2011 05/12/2011

Send to Kindle


Resumo

Neste trabalho procuramos compreender o floreio, conhecido como o conjunto de movimentos belos e de execução trabalhosa, em meio às transformações ocorridas na Capoeira. Para além de um conjunto de gestos, podemos entender o floreio como uma ação, a exemplo da música e do canto na situação da roda de Capoeira, ou seja, seu objetivo depende da intenção do capoeirista, aquele que realiza os floreios. Para buscar o melhor entendimento deste objeto de estudo, realizamos uma pesquisa de campo em que entrevistamos mestres e alunos formados em Capoeira acerca de seu entendimento sobre o assunto, no intuito de compreendermos o floreio a partir da experiência do sujeito que floreia. Esta obra tem aspecto descritivo e exploratório e foi constituída sob a égide da pesquisa qualitativa. Analisamos os dados coletados por meio de análise de conteúdo, conforme estabelece Laurence Bardin. Por meio dos discursos dos sujeitos pudemos depreender sentidos e significados do floreio que geraram três categorias de análise, a saber: O floreio como elemento identitário da Capoeira, suas formas e características; As artimanhas do floreio; e O alegórico e o espetacular do floreio. Neste trabalho, interpretamos o floreio na Capoeira com base na teoria dos jogos de Roger Caillois, o que significou admitirmos uma dimensão mais ampla do floreio, buscando a sua essência em vez de apenas classificá-los funcionalmente. Dessa forma, compreendemos as dimensões do floreio na Capoeira e, além disso, acreditamos que esta análise aponte para uma maior aceitação da faceta artística da Capoeira. O floreio é apenas um dos elementos estilísticos da Capoeira, talvez toda a sua linguagem possa ser analisada esteticamente.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000842367

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.