O Frevo na Educação Física Escolar: Experiências a Partir do Estágio Supervisionado

Por: Dafne Raiane Gomes Silva, Jailton de Araújo dos Santos, Lucas Betrão Batista, Maihami Soares de Araújo, Rafaela Farias dos Santos e Vannina de Oliveira Assis.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

O trato da Dança no âmbito escolar enfrenta problemáticas como preconceito, estereótipos, deficiência na formação docente, falta de sistematização do conteúdo, ficando restrita na maioria das vezes à festividades escolares, e como consequência há a negação desse conhecimento à formação dos alunos (MARQUES, 2010). Buscando superar essas problemáticas, sistematizamos o conteúdo Frevo, como uma proposta de intervenção para aulas de Educação Física no estágio supervisionado para o 9º ano do ensino fundamental em uma escola pública municipal na cidade de Arapiraca-Alagoas. O Frevo, manifestação característica da folia pernambucana, teve seu surgimento no fim do século XIX, tido como música, e sua dança chamada de Passo (AMORIM, 2008). O Frevo, possui passos de fácil aproximação de execução, e considerando sua historicidade e relevância cultural, faz-se necessário seu trato pedagógico na escola. Com isso, os aspectos que compõem o Frevo, como ritmo, improvisação, musicalidade, não devem ser negligenciados nas aulas de Educação Física. Desta forma, objetivamos relatar a experiência com o Frevo, reconhecendo as possibilidades e limites de seu trato pedagógico no contexto escolar, considerando seus aspectos históricos e culturais, e a prática dos passos básicos do Frevo, que buscou propiciar aos alunos o reconhecimento desta rica manifestação cultural. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.