O Futebol Como Patrimônio Cultural do Brasil: Estudo Exploratório Sobre Possibilidades de Incentivo Ao Turismo e Ao Lazer

Por: Sérgio Miranda Paz.

2006

Send to Kindle


Resumo

Em sua introdução — o “aquecimento” — este trabalho se propõe a defender a idéia de que um estudo sobre o Futebol Brasileiro deva fazer parte do conteúdo do currículo de um curso superior de Turismo, dentro da disciplina “Patrimônio Cultural do Brasil”. Para tanto, são formuladas três hipóteses. No “primeiro tempo”, procura-se mostrar que o Futebol Brasileiro é uma manifestação cultural com características da cultura popular — para isso, são apresentados personagens pitorescos do Futebol (o Goleiro, o Técnico, o Cartola, o Árbitro, o Capitão, o Massagista, o Passarinho, o Craque, o Filósofo, o Rei, o Torcedor e o Reserva), protagonistas de episódios curiosos, que se perpetuam de um modo semelhante ao das tradições folclóricas. No “intervalo” que se segue, fica clara a identificação do Brasil com esse esporte, justificando, assim, seu título de “País do Futebol”. A importância do Futebol Brasileiro como bem cultural é demonstrada no “segundo tempo”, através de um levantamento que evidencia a sua elevada incidência como tema de outras manifestações culturais (a Academia, a Música, a Literatura, as Artes Plásticas, a Mídia, as Artes Cênicas, o Humor, o Idioma, a Tecnologia, o Mercado, a Política e outras). Já na “prorrogação”, são propostas ações (Tombamento, Erradicação da violência, “Estatuto do Torcedor”, Divulgação interna, Educação, Divulgação externa, Serviços em hotéis, Roteiros temáticos, Museus, Eventos, Exploração comercial e Especialização de agências) que mostram ser possível a utilização do Futebol como motivação para atividades de Turismo e de Lazer no Brasil. Ao final, a “disputa de pênaltis” discute as principais conclusões tiradas do que foi exposto nos capítulos anteriores.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.