O Futuro das Atividades Físicas de Lazer e Recreação Ligadas à Natureza e a Educação Ambiental

Por: Ana Cristina Pimentel Carneiro de Almeida.

144 páginas. 2000

Send to Kindle


Resumo

Nos dias atuais, devido ao crescente desenvolvimento das cidades e à diminuição dos espaços urbanos de lazer, as pessoas estão resgatando antigas práticas e ao mesmo tempo buscando novas alternativas de atividades físicas de lazer no ambiente natural. Diante deste quadro, procurou-se verificar se há consenso entre os especialistas de renome na área de Lazer e Recreação, no que se refere ao Futuro das Atividades Físicas de Lazer e Recreação ligadas à Natureza, seus impactos ao ambiente natural e ao estilo de vida das pessoas, bem como a necessidade de se contemplar a Educação Ambiental no conteúdo programático da disciplina Lazer e/ou Recreação, dos cursos de Educação Física das Instituições de Ensino Superior. Este é um estudo "Delphi" ou "Delfos", com três "rounds ou momentos distintos, que se utiliza de um levantamento dos conteúdos trabalhados na disciplina Lazer e Recreação, para enriquecer os resultados encontrados na aplicação da técnica. O painel de especialistas, foi composto de forma não casual. Inicialmente foram consultados alguns professores do ensino superior que ministram a disciplina Lazer e Recreação, funcionários do Serviço Social do Comércio – SESC, do Serviço Social da Indústria – SESI e funcionários de Prefeituras Municipais, ligados ao Lazer e a Recreação, para indicarem os nomes de especialistas na área do Lazer e Recreação no Brasil. Compuseram o painel 35 integrantes. Os dados quantificáveis foram analisados através de estatística descritiva, em termos de média, moda, mediana e desvio padrão e os dados não quantificáveis foram analisados subjetivamente, procurando ser o mais fiel possível a essência da resposta original. Concluiu-se que, na opinião dos especialistas entre os eventos de ocorrência imediata encontram-se caminhadas ecológicas, corridas rústicas, surf, canoagem, rodeio, as diversas modalidades esportivas nas areias das praias do litoral brasileiro e fotografia da natureza. Entre 2000 à 2001, os especialistas apontam para o crescimento do ecoturismo, em fazendas, sítios, e no Pantanal; as atividades desenvolvidas pelas empresas de ecoturismo, os crescentes campeonatos em diferentes ambientes naturais, colônia de férias, acampamentos, surgimento e continuidade de eventos científicos, publicações acadêmicas nas áreas do Lazer e do Turismo e o surgimento de programas relativos as atividades ligadas ao ambiente natural. No período de 2000 à 2002, destacam-se o Congresso Virtual do Meio Ambiente, a construção de parques temáticos, as pressões do poder econômico para a transformação de ambientes naturais para o Lazer de massas, a educação para o Lazer e o Meio Ambiente e a construção de espaços alternativos para a prática de atividades físicas para a terceira idade. Não houve consenso quanto aos impactos considerados negativos ao ambiente natural; porém acredita-se que estes eventos possam causar diferentes impactos ao ambiente e no estilo de vida das pessoas. Dos conteúdos analisados referente aos programas da disciplina, observou-se que o termo Educação Ambiental não consta nos programas e apenas 10% dos professores responderam no questionário que trabalham a Educação Ambiental na disciplina. Entre as sugestões metodológicas apresentadas, destacou-se em linhas gerais o trabalho interdisciplinar, o incentivo a linhas de pesquisas, a efetivação da atividade e a preparação de materiais educativos para a comunidade, entre outros. Acredita-se que a disciplina Lazer e Recreação deva contemplar a Educação Ambiental devido ao crescimento dos eventos ligados à natureza e seus possíveis comprometimentos ao ambiente natural.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1947&listaDetalhes%5B%5D=1947&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.