O Homem Forte na Filosofia de Nietzsche : Uma Inspiração Para Rediscutir a Noção de Força na Educação Física

Por: Fidel Machado de Castro Silva.

86 páginas. 2016 22/02/2016

Send to Kindle


Resumo

Este texto situa a Educação Física como um saber que opera com a educação do corpo, destacando nessa educação o conceito de força. Ainda que esse conceito refira-se, fundamentalmente, a elementos fisiológicos e biomecânicos, compreende-se que há uma projeção de sua representação no imaginário da área, compondo uma percepção híbrida do que significa o desenvolvimento da força. Propõe-se uma reflexão acerca do conceito de força e de homem forte a partir de elementos da filosofia de Friedrich Nietzsche, contrapondo estes argumentos com o imaginário de força comumente presente na Educação Física. Percebe-se que a Educação Física parece ainda conceber e analisar os fenômenos ligados ao corpo de modo mecânico, até mesmo subserviente a padrões sociais de beleza e compleição corporal. Destarte, pensar sobre temas comuns à área a partir de reflexões sobre seus valores pode colaborar para realização de uma educação ativa e não passiva do corpo. Nesse propósito, encontram-se ainda os conceitos de "grande saúde" em Nietzsche e a "euexia" entre os antigos gregos, alternativas que parecem indicar uma educação da força compreendida como uma disposição energética volitiva inerente e imanente aos corpos, distantes de uma mera subserviência a padrões preestabelecidos.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000969092&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.