O Idoso e Seu Corpo: Como a Sociedade o Vê?

Por: A. E. Salomão, C. R. Franco, L. M. Vasques, M. A. S. Mathias, R. J. R. Martins, R. Simões e W. W. Moreira.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O interesse em pesquisar o idoso passou a ganhar destaque nos países em desenvolvimento em função do aumento da população acima de 60 anos. No Brasil, o número de idosos com esta idade passou de três milhões em 1960 para sete milhões em 1975, de 14 milhões em 2002 para 20 milhões em 2010, o que caracteriza um aumento de 600% em cinquenta anos e as estimativas para 2020 é chegar a 32 milhões. Com este número crescente de idosos, entendemos ser relevante estudos com esta população pelas diferentes áreas de conhecimento. Assim, esta investigação tem como objetivo analisar o discurso do idoso referente a como ele entende que a sociedade vê seu corpo. Para a coleta de dados foram entrevistados 63 idosos, de ambos os sexos, sendo 9 homens e 54 mulheres, com idades entre 50 e 91 anos de idade, participantes da III Olimpíada da Melhor Idade, os quais responderam a seguinte pergunta geradora: Como você acha que a sociedade vê o seu corpo? A análise das respostas foi realizada pela Técnica de Elaboração e Análise de Unidades de Significado. Quanto a escolaridade dos participantes, 38,10 % possuí Ensino Fundamental incompleto, 19,05% Ensino Fundamental completo, 11,11% Ensino Médio incompleto, 19,05% Ensino Médio completo, 7,93% Ensino Superior completo, 1,58 % Ensino Superior incompleto e 3,18% Pósgraduação completa. Quanto à ocupação atual, 63,5% são aposentados, 14,28% exercem trabalho remunerado, 22,22% não remunerado. Quanto ao estado civil, 46% são casados, 28,6% são viúvos, 11,1% são solteiros, outros 11,1% são divorciados e 3,2% estão em uma união estável. As respostas foram interpretadas e estabelecemos seguintes unidades de significado: saudável 21,3%, bem visto pela sociedade 20%, normal 14,6%, não tem ideia de como seu corpo é visto12%, maravilhoso e lindo 10,6%, gordo 10,6%, não se preocupa com isso 6,6%, magro 5,3%, velho 4%, doente 4%, feio 2,6% e disciplinado 1,3%. Os resultados demonstram que os idosos pouco conhecem sobre seu próprio corpo e isto reflete em sua opinião em como a sociedade os vê. Houve uma predominância no aspecto fisiológico do corpo, isto leva crê que para eles ter um corpo saudável e magro é mais bem visto pela sociedade, como consequência o idoso acaba relacionando corpo saudável com o corpo que faz exercícios físicos. Assim, é de suma importância que as atividades para idosos sejam concebidas de forma ampla, abordando diferentes aspectos, tais como: fisiológicos, coordenativos, cognitivos, psicológicos e sociais.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.