O Impacto do Samba Brasileiro na Doença de Parkinson: Análise Através dos Subtipos da Doença.

Por: Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães, Alessandra Swarowsky, , Alice Erwig Leitão, Ana Cristina Tillmann, Jéssica Moratelli e Leonessa Boing.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.26 - n.1 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Ensaio clínico não randomizado com duração de 12 semanas por meio de comparação com grupo controle. Os 23 indivíduos que aceitaram participar das atividades formaram o grupo experimental (GE) e os 24 indivíduos que optaram por não participar das aulas de dança brasileira formaram o grupo controle (GC). Um questionário foi aplicado, composto por instrumentos validados: Mini Exame do Estado Mental - MEEM; HY - Escala de Grau de Incapacidade; Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson - UPDRS 1 e valores totais; Questionário sobre a Doença de Parkinson - PDQ-39; Escala de Sono para a Doença de Parkinson - PDSS; Inventário de Depressão de Beck - BDI; Escala de Severidade de Fadiga - FSS e Magnitude das Alterações Percebidas.

Endereço: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922020000100025&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.