O Jogo Como Conteúdo da Educação Física e Suas Possibilidades Co-educativas

Por: e Tânia Mara Vieira Sampaio.

Conexões - v.10 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Observado não só entre humanos, mas também entre animais, historicamente diferentes significados têm sido atribuído ao jogo, seja em relação ao local de sua realização, objetivos ou organização. Em relação ao local de realização, embora a rua por muito tempo tenha figurado como palco do jogo, sobretudo entre crianças, que por lá jogavam, se divertiam e se desenvolviam, sua ocorrência também se estende à outros contextos, dentre eles a escola. Contudo, se no contexto informal o jogo é realizado pelo simples prazer, ou seja, é o jogo pelo jogo, no âmbito escolar, sobretudo nas aulas de Educação Física, sua aplicação na mesma perspectiva não se justifica, pois sub-entende que caracterizada como componente curricular obrigatório da Educação Básica e o jogo como conteúdo, a Educação Física tem saberes a serem trabalhados. Desta forma, este estudo tem como objetivo refletir sobre o jogo como conteúdo da Educação Física e suas possibilidades co-educativas.

Endereço: http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/745

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.