O Jogo Como Fonte de Stress no Basquetebol Infanto-juvenil

Por: , P. Korsakas e S. R. Deschamps.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.1 - n.2 - 2001

Send to Kindle


Resumo

RESUMO O jogo de basquetebol é uma fonte potencial de stress para atletas. Os diferentes fatores que compõem esse jogo geram situações que podem influenciar no desempenho dos atletas. Neste estudo procurou-se identificar as situações específicas do jogo e que são entendidas como causadoras de stress por atletas infanto-juvenis e classificá-las de acordo com o nível de stress que causam aos mesmos. Participaram do estudo 136 jogadores de basquetebol, com idade variando entre 15 e 18 anos, sendo 61 moças e 75 rapazes, todos vinculados a clubes do Estado de São Paulo e competindo em eventos oficiais organizados pela Federação Paulista de Basketball. Esses atletas responderam ao Formulário para Identificação de Situações de Stress no Basquetebol (FISSB). Os resultados mostraram que as principais situações causadoras de stress estavam relacionadas aos seguintes fatores específicos: “competência”, “dificuldade do jogo”; “arbitragem”; “técnico” e “companheiros de equipe”. Apesar de haver diferenças significativas nos níveis de stress apontados pelas meninas, em relação aos meninos, houve uma correlação muito forte entre a classificação das situações (rs = 0.9027; p < 0.01). Esses resultados mostram a importância do jogo, como fonte de stress e servem para que técnicos e atletas possam melhor entender o processo competitivo e diminuir o impacto dessas situações no desempenho dos atletas. Palavras-chave: Stress competitivo, basquetebol, esporte infantojuvenil e competição esportiva.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.