O Karate e a Inclusão da Pessoa com Deficiência Um Olhar Sobre a Literatura

Por: Eder Sibirkin.

Revista da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada - v.19 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Este artigo apresenta um estudo exploratório da literatura que trata do esporte adaptado e inclusão social, bem como do karate para a pessoa com deficiência. A pesquisa envolveu o levantamento e análise de artigos sobre o assunto a partir da consulta à base de dados de indexadores de periódicos. Os resultados deste estudo são apresentados em duas seções principais, a saber: 1) Esporte adaptado e inclusão social; e 2) karate para a pessoa com deficiência. A análise das produções revela que o esporte adaptado se constitui em um importante meio para o processo de inclusão social da pessoa com deficiência, proporcionando inúmeros benefícios, como por exemplo: a oportunidade de reabilitação física, independência pessoal, novos círculos de amizade e melhora da autoestima. No entanto, esse processo de inclusão pode gerar processos de exclusão, em virtude da dimensão de relacionamento entre os membros participantes de um mesmo grupo de atletas, de fatores do ambiente (adequação da infraestrutura física), entre outros aspectos.

Referências

BELTRAME, A. L. N.; SAMPAIO, T. M. V. Atendimento especializado em esporte adaptado: discutindo a iniciação esportiva sob a ótica da inclusão. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 26, n. 3, p. 377-388, 2015.

CARDOSO, V. D. A reabilitação de pessoas com deficiência através do desporto adaptado. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 529-539, 2011.

CASTRO, N. M. et al. Relação entre Karatê e socialização em pessoas com síndrome de Down. Boletim - Academia Paulista de Psicologia, São Paulo, v. 35, n. 89, p. 441-459, 2015.

COSTA, L. C. A. et al. O sentido do esporte para atletas de basquete em cadeiras de rodas: processo de integração social e promoção de saúde. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Porto Alegre, v. 36, n. 1, p. 123-140, 2014.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MOCARZEL, R. C. S. Inclusão de pessoas com deficiência através das lutas e artes marciais. Revista de Artes Marciales Asiáticas, León, v. 11, n. 2, p. 70-82, 2016.

ROSA, J. P. P.; RODRIGUES, D. F.; FREITAS, P. S. A prática do karatê para pessoas em cadeira de rodas. Revista Digital EFDEPORTES, Buenos Aires, ano 14, n. 133, jun. 2009. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2018.

SCHMITT, B. D. et al. Produção científica sobre esporte adaptado e paralímpico em periódicos brasileiros da Educação Física. Revista Kinesis, Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 68-79, 2017.

SILVA, A. A. C. et al. Esporte adaptado: abordagem sobre os fatores que influenciam a prática do esporte coletivo em cadeira de rodas. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 27, n. 4, p. 679-687, 2013.

Endereço: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/sobama/article/view/8514

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.