O Lazer na Cidade de São Paulo – SP

Por: Luiz Octávio Lima de Camargo.

Atlas do Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

A gênese do tempo livre e do lazer modernos sempre foi situada no século XIX, como conseqüência da revolução industrial (Dumazedier, 1974; 1995). Uma região se industrializa, um movimento de urbanização acelerada se associa a esse processo, o tempo de trabalho passa a ter um perfil diferente do vivido na zona rural; o tempo livre das pessoas, ao final do dia, da semana, do ano (férias) e da existência (aposentadoria) tornase visível, bem como as práticas de lazer que nele se desenrolam. Nesse esquema explicativo, há uma dinâmica econômica que cria o tempo livre e uma dinâmica sócio-cultural que impõe o lazer como conteúdo quase exclusivo desse tempo. E como se coloca o problema do lazer em regiões que não chegaram a se industrializar? Ao fim de uma época em que se acreditava que a industrialização era o destino de todas as sociedades, por isso chamadas de “em vias de industrialização” ou de “em vias de desenvolvimento”.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.