O Lazer Como Objeto das Ciências Humanas

Por: Gustavo Luis Gutierrez, Marcos Paulo Almeida e Renato Marques.

Licere - v.11 - n.3 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Este artigo estudará o lazer moderno como objeto das ciências humanas, discutindo a influência do capitalismo na sua gênese e a necessidade de uma consciência coletiva do tempo livre para a sua formação. O discurso lógico científico Popperiano foi utilizado para dar unidade nas diferentes leituras e possibilitar o conflito, através da seguinte ferramenta metodológica, a constante construção interpretativa da ciência do objeto. Através destes parâmetros foi-nos possível analisar a importância da individualização das ações no intuito de ampliar as atividades de lazer, a percepção dos trabalhadores da necessidade de descanso e divertimento, juntamente com a associação do lazer e o desenvolvimento tecnológico e a urbanização. Todos estes elementos são imprescindíveis para o nascimento do lazer moderno, dando a este objeto do conhecimento uma estrutura interpretativa para as ações humanas na sociedade contemporânea.

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV11N03_a6.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.