O Lazer em Hospitais: Realidades e Desafios

Por: Gabriela Baranowski Pinto.

2009

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa objetivou compreender o papel do lazer no contexto hospitalar tendo como referência a realidade dos sujeitos internados. A metodologia combinou pesquisa bibliográfica com pesquisa de campo, sendo esta realizada em unidades de internação de três hospitais de Belo Horizonte: um hospital público, um particular e um de ensino. Na pesquisa de campo os dados foram coletados por meio de observações e entrevistas semi-estruturadas com 30 voluntários, compreendendo sujeitos internados, acompanhantes e profissionais de saúde. Os dados foram analisados qualitativamente através da análise iterativa. Os resultados evidenciaram que a “abordagem funcionalista do lazer” não é um desdobramento da teoria funcionalista e não é pertinente ao contexto estudado, não tendo implicações no desenvolvimento do lazer em hospitais. A rotina da internação e as relações estabelecidas pelos internados com os sujeitos do hospital interferem na saúde e no lazer dos mesmos. Vários entendimentos e manifestações de lazer foram identificados. Constatou-se que o lazer pode contribuir como um recurso para recuperação, tratamento e enfrentamento da internação, podendo melhorar a condição de saúde dos sujeitos internados. 

Endereço: http://www.eeffto.ufmg.br/eeffto/pos_graduacao/estudos_do_lazer_mestrado__doutorado/defesa/31/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.