O Lazer de Grupos Indígenas Que Vivem em Grandes Cidades

Por: .

XXV ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho relata a experiência do Sesc Santo Amaro, Unidade operacional do Sesc São Paulo, que, durante o Projeto Sesc Verão 2013, contou com a participação de um grupo da aldeia indígena de etnia Guarani Tenondé Porã, alunos matriculados no Centro de Educação e Cultura Indígena Tenondé Porã. A programação da Unidade, desenvolvida a partir do tema Aqui Tudo Vira Esporte, apresentou ao público frequentador instalações de Arvorismo Terrestre e Bolder para Escalada horizontal, além de atividades lúdicas, esportivas e culturais. Os alunos do Ceci Tenondé Porã realizaram visita à Unidade em dois períodos, pela manhã e à tarde, e apesar da participação ter se dado em um curto espaço de tempo, foi o suficiente para ins
tigar a reflexão da equipe envolvida no projeto e na recepção desses alunos, sobretudo em relação ao modo de vida desse grupo, a garantia de seus direitos, a influência da cultura indígena e de um grupo dessa etnia no bairro em que está situado (Parelheiros) e, consequentemente, a sua participação em espaços de lazer.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.