O Lazer na Política Pública de Esporte: Uma Análise da Formação no Programa Segundo Tempo

Por: e Sheylazarth Presciliana Ribeiro.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.23 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar como o lazer é tratado no currículo da formação dos profissionais do Programa Segundo Tempo (PST) do Ministério de Esportes. Como metodologia utilizamos a combinação das pesquisas bibliográfica, documental e a de campo que teve como instrumento entrevistas semi-estruturadas com os 2 gestores dos processos de formação do PST. Os documentos levantados e analisados foram os livros utilizados na formação dos profissionais do PST. Identificamos que o lazer é trabalhado nesse currículo desde 2003 embora só seja considerado um conteúdo programático a partir de 2009. Quanto as concepções de lazer presentes nos documentos destacamos que não possuem uma mesma abordagem o que gera um descompasso no trabalho com o lazer. Entre os saberes selecionados destacamos as perspectivas que o relacionam a uma visão de mercado, que tem como ênfase o consumo de práticas culturais, e entendimento do lazer com direito social que deve ser garantido a população. Por fim, as metodologias encontradas para trabalhar o lazer identificadas foram o Projeto Recreio nas Férias, a tecnologia educacional denominada de Animação Cultural e o trabalho com a concepção de lazer.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/5069

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.