O (não) Lugar do Sujeito no Contexto da Exploração do Corpo Como Objeto de Consumo: Corporeidade e Mídia no Sistema Alimentar Contemporâneo

Por: Eudaziane Abreu Macedo e Marcos Aurélio Macedo.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

A imersão confusa em não-lugares identificados com o consumo de alimentos desvela opções e possibilidades objetivas de compra, assumidas como idealização material, que tem o condão de produzir potenciais consumidores. Demarca-se uma espécie de sociedade na qual tornar-se sujeito pressupõe converter-se em produto, investindo uma parcela da subjetividade – a decisão de consumo – com o propósito de afiliação social (de si próprio) como mercadoria vendável, afirmada e realizada no agir comunicativo induzido pela mídia, com foco no consumo (BIRMAN, 2012).

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.