O Panorama da Ginastica Artistica Masculina Brasileira: Um Estudo Historico-critico do Periodo 2005-2008

Por: .

2010 19/02/2010

Send to Kindle


Resumo

Observamos, nos últimos anos, uma expressiva melhora nos resultados internacionais da Ginástica Artística (GA) brasileira. Apesar deste perceptível avanço, é difícil avaliar objetivamente o nível de desenvolvimento desta modalidade competitiva no cenário esportivo nacional. São poucos os dados disponíveis referentes à modalidade, o que aponta para uma escassez de pesquisas que permitam uma análise criteriosa e precisa desta problemática. Deste modo, o objetivo central desse estudo foi descrever o panorama da Ginástica Artística Masculina (GAM) brasileira no último ciclo olímpico (2005-2008), com ênfase nas dimensões competitiva, econômica, organizacional e de infraestrutura. Para tal, fizemos uma análise da atual conjuntura das federações estaduais, filiadas a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), bem como uma análise pormenorizada de diversos outros aspectos, tais como: a quantidade e a qualidade dos ginastas federados, número de participantes em competições de nível nacional e internacional, a quantidade de árbitros no país e a sua qualificação, o número de clubes federados e a sua distribuição no território nacional, a realidade financeira da modalidade, entre outros. Metodologicamente, realizamos uma revisão bibliográfica e documental seguida de um estudo de campo constituído por um questionário enviado às federações estaduais de ginástica e entrevistas junto a profissionais de destaque (ginastas, técnicos, árbitros e dirigentes). Os dados obtidos revelaram com uma maior riqueza de detalhes a realidade da GAM brasileira neste período, permitindo uma relativa predição dos problemas mais relevantes e dos avanços, assim como as tendências do futuro da GAM no país. Constatamos que, embora tenham ocorridos significativos avanços no quadro financeiro, de organização e infraestrutura disponíveis para a modalidade, ainda persistem problemas característicos do esporte amador brasileiro caracterizado pela realização de projetos de trabalho sem sequência e continuidade, marcado pela improvisação e pela falta de recursos financeiros na formação e preparação dos atletas. Finalmente, dispusemos de algumas informações que auxiliaram em um conhecimento mais realista deste esporte o que, por conseguinte, poderá auxiliar na tomada de decisões para o seu desenvolvimento tanto em nível nacional como internacional.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000767605&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.