O Papel da Educação Física na Teoria Materialista Histórica de Karl Marx Comparada com o Condicionamento dos Corpos de Michael Foucault

Por: Fabio dos Santos, Mike Luiz Bobato, Rovena Peters e Vitor Toniolo.

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

Marx (1818-1883) viveu em uma época extremamente conturbada da história e sua análise da sociedade influenciou enormemente os estudos de história e filosofia. Junto com Hegel elaborou o materialismo histórico dialético onde a sociedade está em constante movimento, baseado e determinado pelo modo de produção de uma sociedade. A crítica e indagação de Marx é o instrumento utilizado nas instituições como família, sociedade e escola principalmente, fazendo com que nos questione “será que realmente a escola ou instituições citadas devem mudar e se transformar, ou se devemos nos manter mesmo que esta não agrade e não seja feita de uma forma correta”? Através das relações históricas, políticas e ideológicas, Marx delineou uma sociedade regida pelos interesses capitalistas onde cada instituição poderia manter o “status quo” ou ser instrumento de transformação da sociedade, inclusive a escola. O objetivo deste trabalho é comparar os estudos de Marx da dialética materialista sobre a educação com os pareceres teóricos de Foucault sobre o condicionamento dos corpos e o papel da Educação Física perante esse contexto inserido nas escolas. A pesquisa é de natureza básica, quanto ao meio e métodos não experimental, onde analisaremos os estudos dos filósofos Karl Marx e Michael Foucault e suas teorias. A teoria de Marx será a materialista história dialética e de Foucault será do condicionamento dos corpos, é de forma qualitativa, pois há uma relação entre o mundo real e o sujeito. O ponto de vista é o exploratório, pois visamos métodos, pesquisas bibliográficas e a construção de hipóteses. Essa ideia de transformar o aluno para transformar a sociedade começa quando o conhecimento deve ser compreendido e não decorado. Na Educação Física a manipulação dos corpos está em produzir corpos dóceis e úteis, um exemplo disso é que antigamente as práticas feitas no horário da Educação Física, tinham como objetivo preparar o corpo dos jovens para lutarem na guerra, deixando-os mais fortes e moldando para a sociedade. Concluímos que a obra de Marx achava o sistema fraco, desigual buscava transformação, devido a isso criou o materialismo. Com a ideia do materialismo vem Foucault e a sua teoria do condicionamento dos corpos, no qual ele diz que o sujeito é submisso a determinadas instituições e é moldado pela sociedade.

Referências

ENGUITA, Mariano F. A face oculta da escola. Porto Alegre: Artes Médicas, 2004.

IMBERNÓN, Francisco (org.). A educação no século XXI. Os desafios do futuro imediato. Editora Grão, 1999.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto do partido comunista. Trad. Marco Nogueira e Leandro Konder. 5.ed. Petrópolis: Vozes, 1993.

MOREIRA, Antonio Flavio Barbosa. O pensamento de Foucault e suas contribuições para a educação. Educação e Sociedade, v. 25 n. 87, Campinas May/Aug. 2004.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.