O Papel Desinstitucionalizador da Educação Física na Saúde Mental

Por: Fernando Teixeira dos Santos e Mariana Pelizer Albuquerque.

Motrivivência - v.26 - n.42 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O cuidado em Saúde Mental tem uma demanda de trabalho que preza pela integralidade do indivíduo. Acredita-se que a Educação Física possa dar um papel substancial neste processo. Este artigo se caracteriza como uma revisão bibliográfica com o objetivo de promover uma reflexão acerca do papel desinstitucionalizador da Educação Física na Saúde Mental, inferindo que várias possibilidades vêm surgindo, dando uma contribuição política e social, visto que além da integralidade do indivíduo, os próprios espaços para a sua prática vão além do espaço institucional. Porém, este processo depende de atividades voltadas à superação de serviços puramente hospitalares e tradicionais.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2014v26n42p281

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.