O Pensamento dos Professores de Educação Física Sobre a Formação Permanente no Contexto da Escola Cidadã: Um Estudo Preliminar

Por: Rosane Maria Kreusburg Molina e .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.22 - n.3 - 2001

Send to Kindle


Resumo

A partir do início dos anos 90 a Secretaria Municipal de Educação – SMED – do Município de Porto Alegre propõe a gestão democrática da escola e uma nova forma de organização do currículo como princípios do projeto político-pedagógico que fundamentam a “Escola Cidadã”. Esse projeto de ensino apresenta novos requerimentos para a prática dos professores da Rede Municipal de Ensino e, como decorrência, justificam uma nova política de Formação Permanente. O diálogo entre as diferentes disciplinas passa a ser condição para a elaboração, sistematização e reflexão dos “complexos temáticos”, o que exige e impõe urgência na (re)construção da identidade das disciplinas como forma de garantir uma relação igualitária na implementação da dinâmica curricular. Para essa (re)construção, no âmbito da Educação Física, a SMED, em parceria com a UFRGS, vem executando sistematicamente vários programas de Formação Permanente. Atividades que têm possibilitado a reflexão sobre a especificidade da Educação Física no currículo escolar e sua contribuição para o projeto pedagógico da “Escola Cidadã”. Assim, o presente texto trata de interpretar e discutir, preliminarmente, o pensamento e as representações dos professores de Educação Física a respeito do papel da Escola, do significado de sua prática docente e o que representa a Educação  Física no contexto da “Escola Cidadã”

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/384

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.