O Perfeccionismo e o Estado de Humor Impactam Sobre os Comportamentos Alimentares no âmbito da Ginástica Artística de Elite?

Por: Clara Mockdece Neves, Juliana Fernandes Filgueiras, Leonardo de Sousa Fortes e Maria Elisa Caputo Ferreira.

Revista da Educação Física - UEM - v.24 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo foi analisar o impacto do perfeccionismo e do estado de humor sobre os comportamentos alimentares inadequados (CAI) de atletas de ginástica artística. Participaram 56 ginastas com idades entre 10 e 15 anos. Utilizaram-se o Eating Attitudes Test (EAT-26), o Multidimensional Perfectionism Scale (MPS) e a Escala de Humor de Brunel (BRUMS) para avaliar CAI, perfeccionismo e estado de humor, respectivamente. Os achados não evidenciaram influência significativa do perfeccionismo sobre os CAI (p>0,05), no entanto, o segundo modelo de regressão múltipla indicou influência estatisticamente significativa da subescala fadiga da BRUMS nos escores do EAT-26 (F(1, 49)=5,09; p=0,048). Concluiu-se que embora os comportamentos perfeccionistas não induzam as ginastas aos CAI, o estado de fadiga subjetiva pode predispor estas atletas aos CAI.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/20850

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.