O Perfil dos Jovens Praticantes de Caminhada do Munícipio de Fortaleza

Por: Edson Silva Soares.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


A prática da caminhada é uma atividade física de fácil realização e acessível financeiramente. Em geral, esta prática é associada à população idosa, pois é muito popular entre eles por ser de fácil execução, provocar pouco impacto e de esforço controlável. No entanto, esta prática vem tendo muitos adeptos da população jovem que a praticam com o intuito de adquirirem uma melhor qualidade de vida. Vários são os benefícios que a prática regular da caminhada pode proporcionar aos jovens: melhora daresistência cardiorrespiratória, da composição corporal, fortalecimento muscular, além de possibilitar bem estar psicológico e social. O objetivo do trabalho foi verificar operfil do jovem praticante de caminhada em relação aos aspectos socioeconômicos, organização do treino e as motivações para a prática. Foram pesquisados 72 praticantes de caminhada com idades entre 15 e 25 anos, em 13 bairros da cidade de Fortaleza/CE, escolhidos aleatoriamente. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário, que continha questões relacionadas às características socioeconômicas, a organização do treinamento e as motivações, conhecimento e estado de saúde. A análise dos dados foi feita através de percentual por meio do software SPSS 15.0. Observou-se que 47,2% são do sexo feminino e 52,8% do masculino. O grupo apresenta média de idade de 20,76 anos (DP = 2,77), 81,9% são solteiros e a maioria (79,1%) possui no mínino ensino médio completo, e 61% não tinha nenhum vínculo empregatício. Em relação ao tempo de prática 61,1% respondeu a mais de seis meses, sendo que de forma contínua apenas 19,8%. Na organização do treinamento, 80,6% pratica caminhada de 3 a 5 vezes por semana, e 71,4% treina de 30 a 60 minutos por dia. Grande parte (40,3%) considera o esforço do treino moderado, 76,4% mantém o mesmo esforço todos os dias do treino e 56,9% faz alongamento antes e depois da prática. As motivações para a prática da caminhada são pessoais (41,7%) e por saúde (68,1%), a maioria (56,9%) dos jovens caminha acompanhado. 69,4% considera a sua saúde boa, 93,1% não possui nenhuma doença, problema físico ou lesão. 51,3% obtêm informações sobre os exercícios pelos meios de comunicações. Os jovens praticantes de caminhada apresentam padrões socioeconômicos favoráveis para o exercício, pois a maioria apresenta dedicação apenas à formação escolar. Em relação à organização do treinamento, estão realizando em quantidade, duração e intensidade recomendadas, não apresentam problemas físicos e estão satisfeitos com a saúde. As motivações para a prática da maioria são pessoais e direcionadas ao bem estar físico, além de buscarem convívio social ao praticarem acompanhados. No entanto, um problema observado na falta de continuidade, pois as adaptações fisiológicas consequentes podem comprometer a qualidade dos resultados. Por isso, a necessidade de orientações dos profissionais de Educação Física.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.