O Perfil dos Profissionais de Ginástica Coletiva em Academias de Divinópolis/mg

Por: Carla Cristina Nunes, Fábio Peron Carballo, Katia Jéssica Brandão Amaral e Wendell Costa Bila.

Coleção Pesquisa em Educação Física - v.17 - n.4 - 2018

Send to Kindle


.Resumo

Um estilo de vida ativo é parte fundamental de um envelhecer com saúde e qualidade. Dentre tantas possibilidades, a ginástica de academia e as aulas coletivas emergem como uma das principais atividades na busca por uma melhor qualidade de vida, o que pressupõe uma preocupação com a qualificação profissional. Objetivo: Identificar o perfil e a formação profissional dos ministrantes de aulas de ginástica coletivas que atuam nas academias da cidade de Divinópolis/MG. Descrição metodológica: Abordagem de natureza descritiva exploratória, por meio da utilização de questionário composto por 16 perguntas. Foi considerada como população de estudo os instrutores de aula coletiva que atuam nas academias da cidade. Resultados: A amostra contou com 42 indivíduos, sendo 71,4% do sexo masculino e 64,3% maiores de 25 anos. As modalidades mais citadas pelos entrevistados foram o treinamento funcional (35,7%), Jump, Ritmos e a Zumba, (28,6%), aulas de Abdominais (16,7%) e Step (14, 3%). 33,3% dos homens não possuem nenhuma formação e as mulheres apresentam ao menos o dito provisionamento (9,5%). Dentre os indivíduos pesquisados, 33,3 % afirmaram ter começado a atuar na área durante o período da graduação, 23,8% antes da graduação e apenas 4,8% após a graduação. A maior parte dos participantes está no mercado há menos de dois anos. Conclusão: A remuneração e o fato de terem que atuar em mais de uma academia podem causar uma sobrecarga de trabalho, potencializando um reflexo da não qualificação dos profissionais atuantes no mercado de ginástica de academia.

Endereço: https://www.fontouraeditora.com.br/periodico/home/viewArticle/1394

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.