O Pico de Velocidade do Teste de Carminatti Para Treinamento Aeróbio em Jogadores de Futebol

Por: Chellsea Hortêncio Alcântara, Fábio Yuzo Nakamura, Jaelson Ortiz, Rodrigo Mendonça Teixeira, Juliano Fernandes da Silva, Lorival José Carminatti e Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.19 - n.6 - 2017

Send to Kindle


Resumo

A transferência de energia aeróbia é altamente necessária e representa mais de 90% do consumo total de energia durante um jogo no futebol. Ademais, a alta aptidão aeróbia contribui para a recuperação durante exercício intermitente de alta intensidade, específico do desempenho do futebol. O objetivo deste estudo foi examinar se o pico de velocidade no teste de Carminatti (PVT-CAR) para a prescrição de treino intervalado é funcional na obtenção de desenvolvimento de aptidão aeróbia em jogadores de futebol. Quinze jogadores de futebol brasileiros (Sub-20) foram testados no T-CAR e monitorados por freqüência cardíaca (FC) durante o treinamento intervalado prescrito por PVT-CAR (ou seja, 4x4min com recuperação passiva de 3min). Os treinos foram realizados com uma relação de trabalho e repouso de 1:1 com corrida em linha reta (6/6s) e corrida de 180° com mudança de direção em vai-e-vem (12/12s). O treinamento intervalado prescrito com PVT-CAR induziu respostas de FC acima de 90% de FCmax, lactato superior a 4m.mol.l-1. uOs resultados de FC e lactato no treinamento de corrida com mudança de direção (93,3±2,1% FCmax; 7,7±1,4 m.mol.l-1) foram significativamente maiores que no treino de corrida em linha (vs 90,3±2,6 %FCmax; 4,5±0,9 m.mol.l-1). O coeficiente de variação mostrou baixa variabilidade inter-sujeitos na frequência cardíaca (CV 2,3 e 3,0% para 12/12 e 6/6, respectivamente). Os resultados do estudo mostraram que o PVT-CAR pode ser utilizado com sucesso para individualizar o treinamento de corrida intervalado de alta intensidade em jogadores com diferentes perfis aeróbicos. Os perfis fisiológicos e momentos de demandas se assemelham às fases mais exigentes da partida, especialmente para os jogadores melhor condicionados. 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2017v19n6p652

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.