Send to Kindle


Resumo

Refletir sobre os processos de dominação social e cultural da internet a partir do conceito de indústria cultural, originalmente proposto por Adorno e Horkheimer (1985) é o ponto de partida desse ensaio teórico. Esse contexto se configura como uma das bases teórica possíveis para pensar a mídia-educação nos âmbitos das relações entre as tecnologias digitais, sobretudo a internet, e uma proposta de formação crítica para o campo da educação-física. Nesse caso, identificar, descrever e analisar as relações entre a internet e a indústria cultural formam o objetivo desse texto. A metodologia foi construída como um processo reflexivo orientado pela apropriação de um conceito criado na primeira metade do século XX, indústria cultural, para pensar o século XXI. O resultado é a observação de que a lógica da indústria cultural continua sendo um conceito central para compreender as relações contemporâneas entre os campos da comunicação e da educação de forma crítica. Os conceitos são dinâmicos e historicamente determinados, porém, principalmente o desafio pedagógico implícito da proposta original de indústria cultural (1947) continua atual (2013): como resistir ao esquema da indústria cultural?
 


 

Endereço: cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/4803

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.