O Poder do Rítmo no Ensino e na Aprendizagem

Por: Katharine Smithrim e Martha Maria Prata-linhares.

Olhar de Professor - v.12 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O artigo reúne o fenômeno do ritmo, a formação de professores e o envolvimento dos alunos. O sentido de ritmo apresentado é muito mais amplo do que o sentido musical de ritmo. Inclui um senso de equilíbrio nos ritmos dos movimentos físicos, da mente, da aprendizagem, do corpo, das atividades e da energia. A pesquisa aqui relatada é dividida em duas partes. A primeira parte aborda o papel do ritmo na formação de professores na pedagogia Waldorf. A segunda analisa o ritmo nas salas de aula de educação infantil, em Ontário, no Canadá, e em Minas Gerais, Brasil. Na coleta e análise de dados as pesquisadoras canadense e brasileira utilizam um mesmo protocolo de observação para registrar o ritmo das atividades em sala de aula, tanto na agenda das atividades do dia quanto no registro das atividades rítmicas. Com o propósito de analisar a relação entre ritmo e envolvimento nas atividades, a investigação acontece em salas de aula em que o ritmo é um conceito fundamental, e em salas de aula que não dão atenção intencional ao ritmo. Um dos propósitos da investigação é mostrar como o ritmo interfere no envolvimento dos alunos nas atividades de aprendizagem, a necessidade do envolvimento das crianças para que elas possam aprender e dos professores para que tenham condições de criar ambientes que promovam a aprendizagem. Usar o ritmo para promover o envolvimento tem o potencial de transformar o ensino e a aprendizagem.

Endereço: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/1515

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.