O Portador de Deficiência Mental Profunda na Concepção da Mãe

Por: Adarzilse Mazzuco Dallabrida.

146 páginas. 1996

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho tem por objetivo investigar as concepções das mães dos portadores de deficiência mental profunda que freqüentam o Centro Ocupacional da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE). Participaram dez mães, selecionadas através dos critérios de tipo de deficiência mental, sexo e tempo que os filhos freqüentam a FCEE. O instrumento de coleta de dados utilizado foi a entrevista semi-estruturada com roteiro estabelecido. As sessões de entrevistas foram gravadas e tiveram a duração variando de 60 a 90 minutos. No primeiro momento, as entrevista foram transcritas na íntegra e os roteiros preenchidos conforme as informações das transcrições. Um pesquisador independente foi utilizado para testar a fidedignidade das informações. No segundo momento, foi feito um levantamento dos temas de cada entrevista, que posteriormente foram selecionados, agrupados, categorizados e distribuídos em eixos temáticos para análise qualitativa. Os principais resultados apontam que a concepção da mãe sobre o filho deficiente mental profundo é centrada na deficiência; a reação a descoberta da deficiência é de muita tristeza e as mães demonstram ter dúvidas na etiologia da deficiência; as reações da sociedade influenciam negativamente nas ações das mães em relação aos seus filhos e as expectativas delas quanto ao futuro dos filhos resumem-se em preocupações com a assistência dos mesmos após a sua morte

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2065&listaDetalhes%5B%5D=2065&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.