O Prazer em Aulas de Educação Fisica Escolar: a Perspectiva Discente

Por: .

1992 21/12/1992

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo investigou como o aluno experimenta o sentimento denominado prazer, em aulas de Educação Física Escolar, e quais as interferências para seu alcance. Para tanto, foram analisadas e interpretadas entrevistas abertas, semi-estruturadas, de 58 alunos, na faixa etária de 10 a 15 anos, de ambos os sexos, das redes estadual e particular de ensino do município de Rio Claro, de 5a a 8a séries do 1o grau e 1a série do 2o grau aplicados logo após uma aula de Educação Física. Os resultados foram classificados em duas categorias, e mostraram que: o aluno sente prazer esquecendo-se do que acontece ao seu redor, concentrando-se extremamente no que está fazendo entrando em estado de fluxo. As interferências são muitas, algumas delas funcionado ora como positivas, ora com negativas, como no caso dos colegas e professores.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000062175&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.