O Processo de Criação da Fundação Educacional Muzambinho no Cenário da Reforma Universitária de 1968

Por: .

Corpoconsciência - v.23 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta investigação foi compreender como se deu a criação da Fundação Educacional Muzambinho no contexto da Reforma Universitária de 1968. Utilizando a micro história como referência analítica, foram consultadas atas de reuniões, cartas e trabalhos acadêmicos, em busca de respostas sobre as ações empreendidas para a sua criação, os sujeitos envolvidos e o papel do poder público. A ideia partiu de dois professores de Educação Física recém-formados que conseguiram mobilizar sujeitos e instituições relevantes que se engajaram para a criação da entidade. A presença de sócios doadores de recursos financeiros permitiu que o sonho de Wilian e Lia Mara ganhasse corpo. A doação de prédio por parte da paróquia, bem como as doações financeiras pelo poder municipal evidenciam que, ainda que a Lei 5540/68 priorizasse o crescimento privado no ensino superior, tal política não seria possível sem o auxílio do poder municipal e de políticos diversos.

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/8057

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.