O Processo de Esportivização da Calistenia

Por: Ana Luiza Lozinski, Gabriel Massao Tanaka, Tayane Horstmann Cabral e Thiago Pimenta.

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

A prática corporal Calistenia surge na Grécia como sinônimo de força harmoniosa, derivada das palavra Kallistenés. Na Europa passa por forte influência, principalmente dos métodos ginásticos sueco e alemão, se sistematizando a partir do Plano Skarstrom, no século XIX, tornando-se assim um método ginástico baseado em exercícios analíticos praticados com aparelhos manuais ou com as mãos livres, a fim de contrapor os efeitos nocivos do modernismo. A Calistenia se consolidou nos Estados Unidos e foi difundida principalmente na Inglaterra e na América do Sul. No Brasil, a prática da modalidade ganhou espaço com a fundação da Associação Cristã de Moços (ACM), em 1893, no Rio de Janeiro. Esta prática corporal ressurge em uma realidade capitalista, junto com os avanços tecnológicos, o progresso científico e os hábitos modernos adquiridos com a revolução industrial. Este método ginástico é inserido neste novo contexto histórico a fim de manter o corpo fabril sadio, visto que este era parte fundamental da máquina capitalista. O presente trabalho procura identificar os fatores históricos, sociais, econômicos e políticos envolvidos no processo de esportivização, documentando as possíveis rupturas com seus princípios anteriores. Este estudo é de revisão bibliográfica, de natureza básica, método não experimental, qualitativo e descritivo, porém, não sendo o suficiente aos objetivos do  trabalho, optou-se por uma entrevista estruturada com a federação internacional. Foi identificado por meio das plataformas CAPES, SCIELO, PubMED, materiais com os termos: história; calistenia; método ginástico; Associação Cristã dos Moços; Esporte, resultando em 3563 registros no banco de dados, sendo excluídos 3553, resultando na elegibilidade de 10 artigos, que levou ao critério de exclusão os materiais que apresentaram falta de perspectiva histórica, dissociação ao tema  central, falta de conceituação da Calistenia e retrato superficial da história, incluídos 5 referenciais na revisão. A Calistenia é fortemente influenciada pelos espectros da sociedade uma vez que faz parte dos conteúdos da Educação Física, os quais não se desenvolvem de forma isolada, mas incorporam os valores da sociedade e uma de suas funções sociais é compensar a fragmentação das esferas da vida humana, provocada pelo trabalho e pelo processo de urbanização. A análise do material indica para uma possível consolidação da Calistenia como método ginástico na sociedade pós revolução industrial, devido aos valores modernos citados anteriormente, ocupando assim, um papel fundamental naquele momento, agora o que pretendemos entender é, qual o seu lugar na sociedade atual? A Calistenia atualmente mostra sinais de mudança no seu enfoque, sofrendo um processo de mercantilização, começando a refletir assim, como os esportes já consolidados, as categorias do sistema capitalista industrial como a competição, o rendimento, a medição e o recorde.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.