O Processo de Institucionalização e Regulamentação de Artes Marciais Orientais no Brasil

Por: Allan Fernando Zardo da Silva, Carlos Herold Junior, e Pedro Gabriel Gil Parizotto.

Caderno de Educação Física e Esporte - v.15 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho tem como objetivo descrever o processo histórico da regulamentação das artes marciais orientais no Brasil e sua relação com a Educação Física. A estruturação no âmbito educativo define o ensino das lutas de forma abrangente buscando uma aproximação do tema com a Educação Física escolar, definindo diversas manifestações com o mesmo conceito. No âmbito legislativo brasileiro a questão não foi regulamentada, apenas alguns parâmetros foram estabelecidos. Concluímos que a institucionalização das artes marciais orientais no Brasil ainda não ocorreu de forma concreta, que a mesma se encontra em processo, e que o anseio por essa institucionalização se dá em busca da legitimação da prática marcial.

Endereço: http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/15827

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.