O Processo de Transnacionalização da Capoeira Angola: Uma Etnografia Sobre a Geoeconomia Política Nativa

Por: Celso de Brito.

316 páginas. 2015 14/07/2015

Send to Kindle


Resumo

Nesta tese, analiso o processo de difusão e construção de identidades transnacionais da capoeira angola. Por meio de uma metodologia mista envolvendo reconstituição histórica e etnografia multissituada, busco entender as disputas políticas nas quais os discursos sobre a tradição da capoeira angola foram elaborados, paralelamente à sua difusão espaço-geográfica e a formação de seu mercado cultural transnacional. Discuto a configuração transnacional da capoeira angola baseado na descrição e na análise das conexões entre diferentes núcleos de capoeira angola situados nas cidades brasileiras de Salvador, Curitiba e Porto Alegre, e das cidades europeias de Varsóvia, Paris, Viena e Lisboa. O estudo traz à tona a existência de uma geopolítica nativa pautadaem valores "afrocêntricos" em oposição ao êmicamente reconhecido como "eurocentrismo". Concluo sugerindo que a configuração transnacional da capoeira angola contemporânea expressa uma forma desensibilização global acerca de questões sociais, políticas e econômicas que redefine a hierarquia geopolítica ("centro" e "periferia") legada pelo processo de colonização.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/132703

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.