O Profissional de Educação Física e Suas Concepções Sobre o Estudante com Transtorno do Espectro Autista

Por: Thiago Hallison Medeiros de Lima.

11° Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada - CBAMA

Send to Kindle


Resumo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é definido como uma condição relacionada às dificuldades qualitativas na interação social, linguagem e movimentos repetitivos e estereotipados. O ingresso de educandos com TEA na escola regular é relativamente recente e desperta nos educadores desafios, ao mesmo tempo em que provoca receio e dúvidas, uma vez que muitos docentes estão acostumados com aulas em formatos tradicionais e pouco flexíveis. Nosso objetivo foi descrever concepções do profissional de Educação Física a respeito da inclusão do aluno com TEA. Este estudo é de natureza qualitativa. A participante foi uma professora de Educação Física. Para a coleta de dados, foram utilizados: observação; entrevista semiestruturada e sessões reflexivas sobre a prática da professora. Com a análise dos dados, foi possível constatar uma prática voltada à inclusão do aluno com TEA e atenta a diverfidade do alunado no geral, considerando as avaliações diagnósticas realizadas pela professora, que serviam como base de conhecimento da turma e planejamento das aulas. Diante disto, foi possível constatar que a professora possuía pouco conhecimento sobre o TEA, entretanto, buscava mais conhecimentos junto aos demais profissinais da escola, pais de crianças com TEA e em meio a prática contidiana com os alunos.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.