O Programa Bolsa-atleta e o Desenvolvimento do Esporte Olímpico Brasileiro

Por: , e João Paulo Melleiro Malagutti.

IV Congreso Latinoamericano de Estudios Socioculturales Del Deporte - ALESDE

Send to Kindle


Resumo

O Programa Bolsa-Atleta é uma ação do governo federal brasileiro, que originou-se logo após os Jogos Olímpicos do ano 2000 realizados em Sidney - Austrália. O Programa tem como objetivo o desenvolvimento de atletas. Consistem na concessão de uma bolsa anual para atletas selecionados, sendo estes divididos em categorias, definidas de acordo com seus resultados nas competições esportivas das mais variadas modalidades, dando um caráter meritocrático ao Programa, onde o atleta beneficiado é o que apresenta apenas bons resultados. Atletas que apresentaram melhoras em seu desempenho e que ainda não atingiram níveis esperados, não recebem o benefício. As categorias são: Base, Escolar, Nacional, Internacional, Olímpico/Paralímpico e Pódio. Os valores das bolsas também variam de acordo com a categoria em que o atleta está inserido. O trabalho buscou estabelecer uma relação entre os números totais do Programa disponíveis em sua plataforma oficial de informação com o desempenho olímpico brasileiro nas modalidades contempladas pelo Programa durante o período de 2005 a 2012. A pesquisa se caracteriza como descritiva documental. Como resultado, pode-se observar a manutenção do desempenho olímpico brasileiro, diferenciando-se apenas em duas medalhas nos números gerais. Quanto às modalidades, apenas o vôleibol feminino manteve-se campeão olímpico, sendo as demais modalidades ganhadoras da medalha de ouro apresentando renovações em seus ganhadores. Notam-se as modalidades individuais como principais representantes das modalidades ganhadoras de medalhas nos Jogos. Podemos concluir, que o Programa Bolsa-Atleta privilegia os resultados do alto desempenho, uma vez que somente os resultados são levados em consideração no momento de concessão da Bolsa. Também constatamos a fraca influencia do Programa no desempenho olímpico brasileiro, uma vez que, atletas ganhadores em uma edição não se mantiveram no topo de suas modalidades na edição posterior, salvo a equipe de vôlei feminina.
PALAVRAS-CHAVE: Programa Bolsa-Atleta; Esporte Olímpico; Políticas Públicas; Ministério do Esporte; Esporte de Rendimento.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.