O Programa Mais Educação em São José dos Pinhais: Possibilidades Para o Esporte?

Por: Andrea Leal Vialich.

145 páginas. 2012 23/04/2012

Send to Kindle


Resumo

A educação integral tem sido tema recorrente na pauta das políticas públicas educacionais brasileiras. Neste cenário surge a preocupação com um conceito norteador que contemple a ampliação da jornada escolar de modo que esta signifique um período estendido onde crianças e adolescentes fiquem sob a responsabilidade da escola, dentro ou fora de seus espaços. Foi com base nessa premissa que o Ministério da Educação criou o Programa Mais Educação que se propõe a remodelar o desenho do Projeto de Educação Integral historicamente construído no Brasil, buscando fazer com que a escola brasileira dialogue com outras políticas sociais e com a sociedade. O programa atende crianças de 7 a 15 anos e prioriza sua implementação em escolas que apresentem baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Este estudo teve como objetivo identificar, descrever e analisar se a proposta para o desenvolvimento do esporte do Programa Mais Educação corresponde às ações práticas para o esporte que vêm sendo implementadas em duas escolas parceiras do Programa, localizadas no município de São José dos Pinhais, Paraná. Mais especificamente, buscou-se levantar as diretrizes da proposta para o esporte do Programa Mais Educação; identificar de que maneira está sendo implementada a proposta para o esporte definida pelo programa em duas escolas parceiras, localizadas no município de São José dos Pinhais; e acompanhar se ocorrem e como ocorrem as práticas esportivas nestas escolas. A metodologia da pesquisa foi de natureza qualitativa e de cunho exploratório. Os dados foram coletados através de documentos relativos ao programa e entrevistas semiestruturadas com 07 profissionais que atuam no programa, sendo 03 coordenadores e 04 monitores. A análise de dados considerou os procedimentos da teoria fundamentada e as possibilidades de avaliação do Programa com base no modelo do policy cycle, com foco nos principais temas que surgiram da fala dos entrevistados. O esporte e a escola compreendidos como universos simbólicos distintos, precisam ser constantemente conciliados e tensionados, a fim de que contribuam para com o desenvolvimento do esporte de base no país. Entende-se que muitas das dificuldades práticas enfrentadas pelas políticas públicas poderiam ser minimizadas, ou até mesmo extintas, caso o processo de elaboração das mesmas contasse com critérios de acompanhamento e metas mais concretos, ou seja, com o constante monitoramento da política partindo da fase de identificação do problema. A utilização de um maior número de pesquisas e teorias para fundamentarem as decisões e as políticas públicas, contribui para com a potencialização dos princípios de transparência e responsabilidade social que devem orientar tais ações e os investimentos governamentais, bem como, pode contribuir para com o desenvolvimento de uma cultura voltada a construção de um Sistema Nacional do Esporte e Lazer no Brasil.

Endereço: http://www.pgedf.ufpr.br/Dissertacoes.html

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.