O Psicodrama na Psicologia do Esporte: Uma Possibilidade de Intervenção Para o Desenvolvimento e Otimização de Equipes Esportivas

Por: Eva Chaska Uchitel Tesch.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho é resultado de um estudo de caso. Discute a pertinência
do psicodrama como filosofia e metodologia de intervenção junto a equipes
esportivas, assim como as contribuições da teoria da gestão na compreensão
e análise do fenômeno grupal. O estudo se reporta a uma experiência de
intervenção com uma equipe de basquetebol feminino: sua história, seu
desenvolvimento grupal e de seus integrantes. O grupo em questão, e as
dinâmicas inerentes a ele são o próprio objeto de observação, análise e
intervenção. No processo de co-construção, no fluir de espontaneidade e
criatividade, bem como na análise dessas atletas como componentes de
uma organi z a ç ão, s e pos s ibi l i t a a re s i gni fi c a ç ão de um confl i t o, a
reorganização da dinâmica grupal no sentido da integração e coesão grupal,
e assim a possibilidade clara e efetiva de uma intervenção pautada na teoria
e técnica psicodramáticas, aliada a uma análise organizacional. Psicodrama
e gestão se aliam no sentido de oferecer uma compreensão da equipe como
um grupo soc i a l , conj u gando a s cont r ibu i çõe s da t eor i a e t é cni c a s
psicodramáticas e da análise organizacional para possibilitar a transformação
do grupo e do indivíduo - de maneira direta ou indireta - na performance
e no desenvolvimento pessoal e interpessoal dos sujeitos integrantes. Como
resultado podemos destacar uma maior conscientização das atitudes
pessoais em relação a si mesmo e em relação ao grupo, uma mudança
substantiva no clima organizacional, assim como mudanças nas atitudes
entre as integrantes em jogos posteriores e nas relações interpessoais entre
os sujeitos direta ou indiretamente envolvidos. Cocluimos que o psicodrama
é uma ferramenta efetiva no trabalho com grupos e que sua filosofia aliada
à teoria da gestão se converte num importante instrumento de análise e
transformação. Trata-se de devolver o indivíduo a ele mesmo com uma
nova qualidade relacional e novas possibilidades de ação, fruto da vivência
plena de um ou mais papéis, ampliando assim suas possibilidades técnicas,
relacionais, psíquicas, espontâneas e criativas.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/75_Anais_p403.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.