O Quimono Preto: Imaginário de Uma Heroína Olímpica Brasileira

Por: Carlos Rey Perez, Dhênis Rosina e .

Olimpianos - Journal Of Olympic Studies - v.4 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

A conquista das mulheres pelo direito de vivenciar o esporte em todas as nuances, se deu pelo resultado de lutas que em muitos casos foram circunscritas à trajetória de vida das atletas em ações solitárias de pioneirismo e protagonismo. Tendo esse panorama em vista, este artigo tem como objetivo narrar as ações de pioneirismo e protagonismo na jornada da judoca olímpica Soraia André. O instrumento de apresentação desta jornada é o conto biográfico O Quimono Preto – heurística metodológica que ilumina imagens literárias inspiradas na apreensão da narrativa autobiográfica da atleta. O conto biográfico apresentado no corpo deste trabalho, ilumina o imaginário constituído em torno de uma judoca brasileira, negra, que desafiou e transgrediu os paradigmas hegemônicos presentes na modalidade, configurando e potencializando o processo de luta pela participação e representação da mulher no campo esportivo. A roteirização em prosa poética aproxima, ainda, a trajetória de vida da judoca olímpica ao imaginário da jornada do mito do herói.

Endereço: http://olimpianos.com.br/journal/index.php/Olimpianos/article/view/112

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.