O Relacionamento Entre as Es Feras Pública e Privada nos Jogos Pan-americanos de 2007. os Casos da Marina da Glória e do Estádio de Remo da Lagoa

Por: André Godoy e Luiz Mario Behnken.

Esporte & Sociedade - v.4 - n.10 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O artigo tem a pretensão de analisar a atuação gerencial do Estado brasileiro nos preparativos e na implementação dos Jogos Pan-Americanos de 2007 do Rio de Janeiro. Para tal, serão tomados dois casos como objetos de estudo – Marina da Glória e Estádio de Remo da Lagoa – no qual far-se-á a análise à luz de três paradi gmas administrativos pelos quais passou e/ou passa a administração pública brasileira – patrimonialista, burocrático e gerencial. É objetivo do estudo demonstrar, por meio da análise do discurso da mídia, referências legais e jurídicas, a superposição paradigmática na qual se vê envolta a administração pública no país. A compreensão desta dimensão dialética dos para digmas se faz importante dado o momento de tentativa de ruptura com o paradigma burocrático e a tentativa de afirmação do paradigma gerencial.
 

Endereço: http://www.uff.br/esportesociedade/pdf/es1006.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.