O Retorno dos Patrocinadores do Novo Basquete Brasil

Por: Jose Mauricio Capinussu de Souza e Wallace Apicelo.

Revista Intercontinental de Gestão Desportiva - v.1 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O presente artigo objetiva analisar o retorno dos patrocinadores do novo modelo do campeonato brasileiro de basquete, que passou a ser chamado de Novo Basquete Brasil (NBB) e das equipes participantes, na temporada realizada entre os meses de agosto de 2008 e agosto 2009, e na temporada cumprida no período de agosto de 2009 e agosto de 2010. Através da análise de dados obtidos na liga durante as duas temporadas será traçado um novo perfil do campeonato e o sucesso obtido com esse novo modelo de gestão do basquete brasileiro. Estes dados avaliaram o número de patrocinadores das equipes participantes, o número de patrocinadores do Novo Basquete Brasil, o público total nas partidas realizadas e a média de público obtida. Outro que também será analisado é o retorno financeiro obtido pelas equipes e pelo NBB, incluindo o lucro obtido pela venda de ingresso, pelo repasse de verba dos patrocinadores, pelo tempo reservado pela mídia nas transmissões de jogos e pelas matérias sobre a modalidade em programas de televisão, rádio, jornal e internet. Nesse estudo serão utilizados recursos como o uso de gráficos para comparação de desempenho.

Endereço: http://revista.universo.edu.br/index.php/gestaoesportiva/article/view/432/305

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.