O Sentido do Esporte Para Atletas com e Sem Deficiência: Uma Compreensão Fenomenológica

Por: Erika Höfling Epiphanio.

Revista Brasileira de Psicologia do Esporte - v.7 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho teve por objetivo compreender o sentido do esporte competitivo para praticantes de atletismo com e sem deficiência, partindo-se de suas vivências. A Fenomenologia foi considerada o aporte teórico e metodológico condizente ao objetivo deste estudo, uma vez que ele tem se mostrado um importante caminho investigativo em busca da compreensão de fenômenos humanos subjetivos. Foram entrevistados seis atletas praticantes de atletismo, que participam regularmente de competições regionais ou nacionais, sendo que destes três são paratletas e três atletas sem deficiência. As entrevistas partiram de três questões mobilizadoras que facilitaram que os entrevistados relatassem suas vivências com relação ao esporte. A análise das entrevistas seguiu os quatro passos propostos por Giorgi (1985) que ao final constrói-se uma síntese de cada relato extraindo-se a essência do fenômeno na vivência de cada sujeito. Todos os dados foram confirmados pelos próprios sujeitos a posteriori. A partir do que foi relatado pelos atletas e paratletas estudados podemos concluir que o esporte se mostra como um importante recurso para a abertura de novas possibilidades e como um propulsor de superação de indivíduos na busca de seu desenvolvimento e da autorrealização humana. 

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBPE/article/view/7819

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.