O Sentir nas Aulas de Educação Física

Por: Edson César F. Claro e Karenine de O. Porpino.

IX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Trata-se de um projeto de dissertação de Mestrado, cuja estruturação partiu de observações referentes a prática pedagógica no 2º grau. Verificou-se a ênfase que se dava ao "pensar", na sala de aula, e ao "agir", na Educação Física. Interrogou-se, portanto, sobre a ausência de um contato mais consciente do aluno com o seu corpo e com sua sensibilidade. Preferiu-se optar pela abordagem fenomenológica dentro do objetivo da descrição da experiência vivida por alunos do 2º grau da Escola Técnica Federal do RN, sendo os dados coletados através de depoimentos gravados após as aulas de Educação Física nas quais serão inseridos trabalhos de sensibilização corporal. A metodologia escolhida foi a pesquisa qualitativa segundo a modalidade do Fenômeno Situado. A análise dos dados partirá do individual (A. Ideográfica), para o geral (Enfoque Nomotético). A partir de então, será possível fazer proposições a cerca do fenômeno, visando uma ampliação do conhecimento sobre este. 

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.