O Surgimento do Roller Derby: Esportivização e Intenso Contato Físico em Uma Prática Hegemonicamente Feminina

Por: e Eduarda Gimenez Cruz.

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

No presente artigo procurou-se apresentar o Roller Derby, um esporte feminino de intenso contato entre as patinadoras de ataque e defesa, tendo como finalidade a ultrapassagem das atacantes pelas bloqueadoras do time oposto, no sentido anti-horário, pontuando a cada passagem. Buscou-se também, por meio desta pesquisa, investigar a influência desse esporte na vida das praticantes e problematizar a transposição e ruptura de algumas fronteiras relacionadas às características de gênero, que segundo Joan W. Scott (1989) “[...] é um elemento constitutivo de relações sociais baseado nas diferenças percebidas entre os sexos”. Esse texto é pautado na perspectiva teórico-metodológica de História Oral temática. Por meio deste procedimento de investigação científica, é possível ampliar o conhecimento de determinado assunto através de depoimentos e experiências particulares, análise comparativa de diferentes testemunhos, entre outros aspectos singulares. O desenvolvimento se deu mediante a definição das entrevistadas, elaboração do roteiro, gravação das entrevistas, transcrição (passagem do depoimento da forma oral para a escrita) e edição dos depoimentos. As entrevistas foram temáticas e os roteiros semiestruturados, havendo também referência a um filme correlato à temática. É pertinente, pensando em História Oral, aprofundar o conceito de identidade, já que a memória é um elemento constituinte desse sentimento, tanto individual sendo algo relativamente íntimo, como grupo pela qual a pessoa se sente pertencer, e é também agente essencial do processo de coerência de uma pessoa ou de um coletivo em sua reconstrução de si. Por meio da memória das entrevistadas foi (re)construída não uma história encontrada em documentos, mas, fundamentalmente, algo singular ao grupo, isto é, suas memórias que explicitam um pouco mais o quanto a prática do Roller Derby colabora na construção identidade destas mulheres residentes em Curitiba. Em caráter conclusivo por meio das “falas”, foi possível perceber que estas praticantes encontraram na prática do Roller Derby um momento e espaço específicos para manifestar a emancipação e liberdade da mulher.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.