O Tempo de Não Trabalho e o Lazer dos Trabalhadores Terceirizados da Vigilância da Unicamp: Uma Análise Comparativa Entre os Gêneros

Por: Bruno Modesto Silvestre, e .

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.24 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa consistiu em analisar as diferenças existentes no tempo de não trabalho e nas práticas de lazer entre os trabalhadores terceirizados da vigilância que atuam na Universidade Estadual de Campinas dos gêneros masculino e feminino. Como metodologia utilizou-se de entrevistas semiestruturadas atreladas à técnica de pesquisa sobre os usos do tempo, de análises das jornadas de trabalho, remuneração mensal e quantidade de horas semanais dedicadas ao trabalho doméstico não remunerado de 14 vigilantes do gênero masculino e 9 do gênero feminino. Observou-se discrepâncias no tempo de não trabalho e nas práticas do lazer entre os gêneros, de modo que as mulheres trabalhadoras terceirizadas foram as que apresentaram menos tempo de não trabalho e menor quantidade de horas dedicadas às práticas e vivências de lazer. Além disso, foi constatado que as manifestações do fenômeno lazer entre as trabalhadoras terceirizadas foram caracterizadas por menor heterogeneidade, se comparadas ao gênero masculino, e se restringiram, em grande medida, à esfera doméstica.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/6754

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.