O Torcer no Futebol Como Possibilidade de Lazer e Vínculo Identitário Para Torcedores de América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro

Por: Jefferson Nicassio Queiroga de Aquino.

84 páginas. 2017 28/07/2017

Send to Kindle


Resumo

O futebol e o torcer são elementos importantes da cultura brasileira e se instituíram na cidade de Belo Horizonte desde o início do século passado. Dessa forma, como parte da cultura do belo-horizontino, são também responsáveis pela construção identitária desta população, destacando-se também como importante opções de lazer. O objetivo do presente estudo foi investigar o vínculo identitário e de lazer dos torcedores de América, Atlético e Cruzeiro clubes sediados na cidade de Belo Horizonte e participantes da série A do Campeonato Brasileiro de futebol no ano de 2016. Especificamente, buscou-se identificar e comparar o perfil dos torcedores organizados e torcedores comuns, identificar as suas práticas de lazer enquanto frequentadores dos estádios de futebol na cidade de Belo Horizonte e analisar a assistência ao futebol enquanto prática de lazer dos mesmos. Para isso, foi desenvolvida uma pesquisa de campo composta por duas partes, sendo a primeira uma coleta de questionários nos arredores dos estádios de Belo Horizonte e a segunda uma entrevista semiestruturada realizada com torcedores selecionados a partir dos resultados da primeira etapa. A análise dos dados dos questionários foi feita por meio de uma análise estatística descritiva e a para os dados das entrevistas foi realizada uma análise de conteúdo. Após a análise dos dados identificou-se que os torcedores organizados e torcedores comuns se diferenciam em relação à idade, estado civil e na participação de programas de sócio-torcedor, além dos primeiros possuírem um nível mais alto de identificação com o time do que os segundos. Em relação às atividades de lazer, identificou-se que os participantes da pesquisa possuem uma preferência pelo torcer e ir ao estádio para acompanharem seus times em detrimento de outras opções. A análise dos dados também permitiu identificar que o amor incondicional do torcedor pelo seu time influencia na sua dedicação e ocupação do seu tempo de lazer a esta atividade. Concluímos que a construção identitária do torcedor acontece por meio do contexto sócio-cultural em que o indivíduo está inserido e também na diferença a partir do reconhecimento do outro como rival. Inferimos também que, para os indivíduos que apresentam um alto nível de identificação com o time o torcer pode ser entendido como lazer sério. Essa pesquisa buscou fomentar a discussão no campo de estudos do lazer ao trazer a teoria do lazer sério como uma possibilidade de entendimento de determinada atividade.

Endereço: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B27K3H

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.