O Treinamento Intervalado Aplicado Ao Karatê: Uma Proposta Metodológica

Por: João Reis de Moura.

Kinesis - n.18 - 1997

Send to Kindle


Resumo

O propósito deste estudo foi de analisar e comparar as alterações na Capacidade Aeróbica (VO2 Máx), Resistência Anaeróbica Lática, Alática e Percentual de Gordura (%G), após oito semanas de aplicação de cargas intervaladas em indivíduos do sexo masculino praticantes de karatê, vinculados a Federação Rondoniense de Karatê- Dô-Tradicional, através da Associação de Karatê Tradicional - ASKAT. Participaram desta pesquisa 20 indivíduos na faixa etária de 17 a 21 anos, com experiência em competições, e no mínimo 5 anos de treinos na referida modalidade. A amostra foi dividida em 2 grupos, através de sorteio: Grupo A (n = 10), grupo que treinou metodizado, com média de idade de 19,1 ± 1,37, estatura 1,75±0,07 e peso corporal de 73,700+ 8,71; Grupo B (n = 10), grupo que trabalhou de forma tradicional, sem utilizar nenhuma metodologia científica na prescrição do treinamento, com média de idade de 18,4 ± 1.15, estatura 1,72 ± 6,21 e peso corporal de 73,890 ±4.15. Para análise dos resultados, utilizou-se a análise descritiva, o teste “t” de Student pareado (adotou-se um nível de significância dcP < 0,05), e oA % (delta percentual), entre as variáveis estudadas. No início dos trabalhos foi relalizado uma comparação inter-grupos e não foi encontrada nenhuma diferença estatisticamente significativa a nível de P< 0,05. Ao final do período de treinamento, quando observado o A%, verifica-se que houve uma otimização de todas as variáveis estudadas no Grupo A quando comparado ao Grupo B, sugerindo que toda e qualquer atividade física deve ser fundamentada nos princípios científicos e organizacionais do treinamento desportivo.

Endereço: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/kinesis/article/view/8599

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.