O Treinamento Por Meio de Realidade Virtual Melhora a Funcionalidade dos Músculos do Assoalho Pélvico de Mulheres na Pós-menopausa? Estudo Controlado Randomizado

Por: Natalia Miguel Martinho.

97 páginas. 2014 12/03/2014

Send to Kindle


Resumo

Introdução e objetivos: O treinamento dos músculos do assoalho pélvico (TMAP) tem sido valorizado como meio de prevenir e tratar as disfunções uroginecológicas. Neste contexto, a realidade virtual parece ser uma ferramenta interessante na prevenção e tratamento de tais disfunções, por sua capacidade de simular atividades realizadas no mundo real, promovendo treinamento muscular de forma global e lúdica, que pode ser adequada de acordo com a condição desejada. Diante do exposto, o objetivo deste estudo foi investigar o efeito do TMAP por meio da realidade virtual sobre a funcionalidade dos músculos do assoalho pélvico (MAP), quando comparado a um protocolo de TMAP por meio de cinesioterapia. Material e Métodos: Participaram do estudo 47 mulheres com idade a partir de 50 anos e em fase de pós-menopausa, divididas de forma randomizada em dois grupos: (G1) TMAP por meio de cinesioterapia (n=20) e (G2) TMAP por meio de realidade virtual (n=27). As participantes foram avaliadas antes e cinco semanas após a realização dos protocolos, quanto à funcionalidade dos MAP: força muscular do assoalho pélvico (por meio de palpação digital e dinamometria vaginal), presença de prolapsos dos órgãos pélvicos (por meio do Pelvic Organ Prolapse Quantification), sintomas miccionais, sexuais e qualidade de vida (por meio de instrumentos validados). Resultados: Verificou-se melhora significativa (p<0,05) da força muscular, com concomitante melhora dos prolapsos de parede anterior e dos sintomas miccionais, em ambos os grupos. A qualidade de vida apresentou melhora significativa na maioria dos domínios em ambos os grupos; enquanto que a função sexual demonstrou melhora no escore total e no domínio lubrificação apenas no grupo de TMAP por meio de cinesioterapia. Conclusão: O TMAP por meio da realidade virtual se equipara ao TMAP por meio de cinesioterapia quanto à melhora da força dos músculos do assoalho pélvico, dos sintomas miccionais, dos prolapsos de parede anterior e da maioria dos domínios de qualidade de vida, demonstrando ser efetivo para mulheres na pós menopausa.

Endereço: https://bdtd.unifal-mg.edu.br:8443/handle/tede/588

Ver Arquivo (PDF)

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.