O Treino dos Fundamentos Técnico-desportivos dos Atletas de Basquetebol Infantil e Infanto-juvenil: Um Estudo Descritivo-exploratório.

Por: .

130 páginas. 2008 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O tema do presente estudo trata do treinamento técnico-desportivo de atletas de basquetebol infantil e infanto-juvenil, na área da Pedagogia do Treinamento Desportivo. Este estudo caracteriza-se pelo delineamento Ex-Post-Facto, do tipo descritivo-exploratório. O objetivo geral da pesquisa foi verificar qual a freqüência de treinamento dos principais fundamentos técnico-desportivos do basquetebol. Os objetivos específicos da pesquisa foram: a) identificar as diferenças estatisticamente significativas (p < 0,05) entre sexos; b) identificar as diferenças estatisticamente significativas (p < 0,05) entre as categorias infantil e infanto-juvenil. A amostra o foi constituída por 562 basquetebolistas, sendo 289 masculinos e 273 femininos, que participam das competições institucionalizadas do Estado de Santa Catarina. Para tanto, foi aplicado o Inventário do Treinamento Técnico-Desportivo de Basquetebol (ITTB-50; GONZALEZ et al. 2007). Constatou-se que o fundamento técnico-desportivo do basquetebol treinado com maior freqüência, na faixa etária de 13 a 16 anos, foi o Arremesso (1º); indissociável estatisticamente (p> 0,05) com o Drible (2º). Segue-se a eles: Passe (3º); Marcação (4º); e Rebote (5º). Com relação às variáveis controladas, constatou-se que o fundamento técnico-desportivo treinado com maior freqüência no sexo masculino foi o Drible (1º); seguido, respectivamente, pelo Arremesso (2º); Passe (3º); Marcação (4º); e Rebote (5º). Entre as meninas, o fundamento técnico-desportivo treinado com maior freqüência foi o Arremesso (1º); seguido, respectivamente, pelo Drible (2º); Passe (3º); Marcação (4º); e Rebote (5º). Nenhuma diferença significativa (p < 0,05) foi encontrada, na freqüência de treinamento entre “sexo”. Os atletas de basquetebol da categoria infantil (13 e 14 anos) treinam com maior freqüência os fundamentos “Arremesso e Drible”, indissociáveis estatisticamente ( p > 0,05), seguido respectivamente, pelo Passe (3º); Marcação (4º); e Rebote (5º). Na categoria “infanto-juvenil” (15 e 16 anos), o fundamento técnico-desportivo treinado com maior freqüência é o Arremesso (1º); seguido respectivamente, pela “Marcação e Drible” indissociável estatisticamente (p>0,05), seguidos pelo Passe (4º); e Rebote (5º). Ao compararmos as diferenças estatisticamente significativas (p > 0,05) entre as categorias “infantil e infanto-juvenil”, constatouse que o Arremesso, o Rebote e a Marcação são significativamente (p > 0,05) mais treinados pelos atletas de basquetebol infanto-juvenil (15 e 16 anos). Recomenda-se que sejam realizados novos estudos, nos quais podem ser associadas outras variáveis, visando a aprofundar os conhecimentos sobre Pedagogia do Treinamento Técnico-Desportivo de basquetebol.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/13803

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.