O Uso de Bebidas Energéticas Entre Estudantes de Educação Física

Por: Clarissa Mendonça Corradi-webster e Martha Carmen Ballistreri.

Revista Latino-americana de Enfermagem - v.16 - n.7 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Este estudo descritivo transversal objetivou caracterizar o padrão de consumo de bebidas energéticas em uma amostra de estudantes de educação física através de questionário auto-aplicável (dados sócio-demográficos e caracterização do consumo). Variáveis associadas ao consumo (p<0,05): sexo, estado civil, freqüentar academia, praticar natação para competição e estudar no período matutino. Padrão de consumo (n=137): 2,2% uma vez na vida, 9,5% pelo menos uma vez nos últimos 12 meses; 38% pelo menos uma vez no último mês; 39,4% seis vezes ou mais no último mês; 10,9% vinte vezes ou mais no último mês. Razões para o uso de energéticos: 54% melhorar o sabor do álcool, 27,7% divertir-se a noite inteira, 13,9% melhorar desempenho esportivo, 9,5% estimular-se, 8,8% gostam do sabor; 6,6% por curiosidade e 4,4% para estudar. Entre os que consumiram energéticos, 87,6% misturaram com álcool e 25,9% dos estudantes afirmaram consumir mais álcool quando o misturam com energéticos.
CONCLUSÃO: o consumo de energéticos parece estar associado ao esporte e também ao álcool.

Descritores: bebidas energéticas; estudantes; esportes

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692008000700009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.