O Yoga na Autonomia Funcional na Terceira Idade

Por: e Marcio Rodrigues Baptista.

Corpus Et Scientia - v.2 - n.2 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi verificar o nível de Autonomia Funcional em umgrupo de mulheres senescentes, iniciantes na prática de Yoga, em que constamexercícios respiratórios, de alongamento, equilíbrio e força isométrica sub-máxima ,associados com relaxamento e meditação, com três sessões semanais de 60 minutoscada; visando a promoção do Bem Estar psicofísico de seus praticantes, através damelhora da Autonomia nas Atividades da Vida Diária (AVD), pelo aumento daflexibilidade, força, equilíbrio e da auto-estima. Com isto o idoso cria hábitos de vidamais saudáveis, levando-o a promoção da Saúde e da Qualidade de Vida. O Yoga temuma profunda relação com o bem-estar do Idoso através das dimensões física,emocional, vocacional, intelectual, social e espiritual (ARMBRUSTER & GKADWIN,2001). A amostra constou de um grupo (n=25) de idosas (x=64,47 ± 3,16 anos)praticantes de Yoga em uma academia no Rio de Janeiro. Foi aplicado o TesteSênior de Autonomia (TSA), que consta de uma bateria de testes físicos: Caminhar 10Metros (C10M); "Time Up & Go Test" (TUG) ; Levantar da Posição Sentada (LPS) eLevantar da Posição Decúbito Ventral (LPDV), onde foi computado o menor tempogasto para cada um dos itens, pela estatística descritiva, pelo teste “t” de Student,utilizando o programa SPSS 10.0, onde T1 representa o início da prática e T2 o reteste3 meses após T1.

Endereço: http://apl.unisuam.edu.br/revistas/index.php/corpusetscientia/article/view/189/157

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.